Buscar
  • Jorge Vilhena

Crónicas do Vilhena


O que hoje me trás à Crónica é uma preocupação geral do que se passa hoje em dia no futebol tanto de formação, como sénior. Como todos sabemos atravessamos um momento em que existe cada vez mais uma quebra de valores, principalmente de educação e respeito.

É um problema social, tanto aqui em Portugal como no resto do mundo, esta quebra de valores vem se refletindo também no desporto, e mais preocupante é que começa já a transportar-se para os jovens jogadores. Embora sem querer extrapolar esta situação porque também sabemos, e principalmente que jogou futebol, que algumas situações serão consideradas "normais" visto que a adrenalina do próprio jogo e o "sangue na guelra" de alguns jogadores os levam a cometer excessos. Existem no entanto outras situações que nos devem preocupar porque essas sim, podem ser combatidas.

A formação deve começar em casa com os pais, a família e amigos, e o treinador/formador apenas terá o dever de incutir no jogador os valores e princípios promovidos pelo clube onde se encontra. É certo que não basta formar só um bom jogador, é importante também formar um bom cidadão do amanhã. Por isso acho que cabe, principalmente aos adultos, quer sejam pais, amigos, dirigentes ou treinadores darem o devido exemplo, e muitas vezes v^-se precisamente o contrário! São insultos que vem da bancada, quer aos árbitros, quer até a atletas adversário, são treinadores que em vez de apaziguar ainda fomentam a violência... enfim...

Tudo isto porque hoje em dia muito se mentalizaram que a vitória deve vir a qualquer preço, e acima de tudo não se olha a meios para ganhar. É preciso combater estas ideias, e fazer do futebol uma festa em que todos intervenientes, quer dentro ou fora do campo se respeitem, por isso devemos começar, por cada um de nós, a ser o primeiro a dar o exemplo. Afinal no futebol por vezes ganham-se grandes amizades, aprende-se regras, e o convívio com os outros é muito importante. Além do mais assistimos a um jogo pelo qual temos paixão!

Por isso apelo a todos que com muita calma e bom senso, tentemos primeiro compreender o que se está a passar, para depois sim com atitudes pedagógicas possamos ajudar a que estas situações sejam cada vez menos vistas nos nossos espetáculos de futebol. Por mim continuo a amar o futebol, e a lutar para que no futuro seja um jogo ainda mais apaixonante...

VIVA O FUTEBOL!!!

Montezelo Sempre!


0 visualização
Morgado & Cª. S.A.
Razão de Mudança
Talho do Povo
Gondodoce
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now